Porque não comemoro Halloween

Resposta simples e curta: porque sou cristã.

“Ah, mas tem um monte de cristão que participa!” Ah, mas o que é que tem? É brincadeira de criança!” “Eu coloco fantasia de personagens nos meus filhos, nada de monstros.”…

Antes de mais nada quero deixar claro que é você quem sabe o que é melhor para sua família. Então, leia este texto, ore a respeito e decida por você mesmo.

Acho que a maioria das pessoas conhece a origem do Halloween. O nome Halloween vem do “All Hallows’ Eve”. “Hallow” é um termo antigo para “santo”, e “en” vem da palavra evening, que significa “véspera”. O termo se refere a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado dia 1º de novembro.

A origem do Halloween: o festival celta de Samhain. Os celtas acreditavam que nesse dia, os fantasmas dos que já morreram voltavam e destruíam as colheitas. Também acreditavam que esse dia era mais propício a adivinhações. O “trick-or-treat” vem do costume de crianças que iam de casa em casa rezando pelas almas dos mortos. Nessas visitas, as crianças recebiam bolos ou doces.

Você deve estar pensando que o Halloween não é mais isso, e pode não ser mais a mesma festa, mas representa. Se não é o mal, é a representação do mal.

A criança que cresce acostumada a ver essas decorações horríveis de Halloween, não vai achar nada de errado nisso. Sinceramente EU fico assustada com algumas “decorações”. E quando se procura diversão em coisas demoníacas, abre-se a porta para coisas demoníacas na vida.

Além de tudo isso, o dia de Halloween é uma das datas mais perigosas do ano. Crianças correndo pelas ruas, falta de iluminação, motoristas bêbados, doces contaminados, incêndios por conta de velas acesas em casa…

Enfim, essa é uma data que eu não quero celebrar na minha casa. Minha filha já tinha falado umas duas vezes sobre o Halloween, e esses dias resolvi conversar com ela. Falei que aqui em casa, não comemoramos o Halloween, mas sim o Thanksgiving. Que como cristãos, comemoramos coisas bonitas, alegres, bençãos recebidas. Perguntei se ela tinha percebido que as decorações de Halloween eram de monstros, bruxas, coisas feias… e ela concordou comigo e não falou mais sobre isso.

Além do Thanksgiving, no dia 31 de outubro comemoramos a reforma protestante, e pretendo comemorar essa data com ela.

“Julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal.” 1 Tessalonicenses 5:21-22

“Além disso, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso e louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos.” Filipenses 4: 8

E por fim:

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22:6

Se você quiser ler mais sobre o Halloween, clique aqui.

Leave a Reply

%d bloggers like this: