Bati com o carro. E agora?

O post de hoje é sobre um assunto que ninguém gosta nem quer falar: sobre acidentes no trânsito.

No início do ano, eu estava saindo da 401 (exit 18 – Fairview Mall), na pista da esquerda, quando um carro na pista da direita simplesmente entrou na minha faixa sem olhar, e bateu no meu carro. Ela pegou a porta do carona, a porta de trás e o porta-mala. Ou seja, um baita preju. Parei o carro, tirei foto do meu carro e do que bateu no meu, e placa. No outro carro, estava um casal. Quando pedi a carteira da mulher que estava dirigindo, (que não era dona do carro), eles me deram a carteira de motorista do rapaz. Eu disse que precisava da carteira dela, que era a motorista no momento do acidente. Eles insistiram, inventaram que isso iria prejudica-la no processo de imigração (mentira), que ele tinha bebido, por isso ela estava dirigindo e o seguro dele não cobria… E eu bati o pé. Tirei foto da carteira dele e dela. Mas esqueci de pegar os dados do seguro dele.

Sabe quando você fica com uma pulga atrás da orelha? Eu não estava confiante de que era somente aquilo, então liguei para o 911. Como eu estava na highway, a dispatcher me transferiu para OPP. A policial me perguntou se havia alguém ferido, se os carros poderiam andar e se eu me sentia confortável em pegar as informações do outro motorista. Respondi que sim, e ela disse que era só isso mesmo, e me enviou uma mensagem de texto, confirmando que eu tinha ligado para o 911.

Fomos cada um pra um lado, e eu fiquei pensando que não queria acionar o seguro, pois sabia que o valor iria aumentar. Mas entrei no site da Polícia de Toronto, e lá diz que se o prejuízo for maior que C$2.000,00 , o acidente deve ser reportado em até 24 horas. Então, coloquei a pequena pra dormir, deixei o marido cuidando, e parti pro Collision Reporting Centre às 9:00 da noite (os dois aqui de Toronto abrem todos os dias, das 6:00 até meia-noite).

Chegando lá, já tiraram foto da batida e colaram um adesivo na porta. Lá dentro, você pega uma senha e preenche um formulário, contando o como foi o acidente e outras informações (inclusive a mensagem de texto que recebi da OPP). Logo me chamaram, contei a história toda, mostrei fotos das habilitações e do acidente/carros. No final, eles te dão uma cópia, com um número do report, que você vai passar para a seguradora.

Em casa, liguei pra seguradora e reportei o acidente. Informei o número do documento fornecido pelo Collision Centre, e fiquei de mandar as fotos que eu tinha tirado. Me pediram os dados do seguro do outro carro, mas eu não tinha.

Nessa primeira ligação, a seguradora perguntou se eu queria usar um body shop que eles recomendavam ou o meu. Preferi o meu, mas me senti pressionada a usar o deles. Ela disse que se tivesse algum problema com o conserto, a seguradora correria atrás, mas se fosse um que eu escolhesse, eles não poderiam fazer nada. Continuei preferindo escolher o meu. 🤣 Ela também me passou o número da reserva do rental que iríamos usar enquanto o carro estava no bodyshop.

Escolhido o bodyshop, liguei pra seguradora, que mandou que eu levasse o carro que um appraiser iria confirmar o valor do orçamento. Orçamento confirmado, o serviço foi feito (levou menos de 1 semana), peguei o carro novinho e fim de papo.

Não tivemos que pagar nada, pois a culpa não foi minha, e o como o seguro tinha acabado de ser renovado, ainda não sei se o valor vai subir, vamos ver no ano que vem.

AH! Enquanto estávamos ali, trocando informações, 2, eu digo DOIS reboques chegaram, perguntando se precisávamos de ajuda. Se você pode dirigir seu carro, não caia nessa. Já li reportagens sobre reboques que cobram uma fortuna, levam seu carro para uma oficina/depósito, que cobram outra fortuna e você tem que pagar se quiser ter seu carro de volta. Leia mais aqui, aqui e aqui.

Sobre o car seat:

Pedi que fosse trocado, por recomendação do fabricante. Comprei o mesmo modelo, mandei foto do recibo e dos dois car seats: o antigo, com as alças cortadas. O seguro reembolsou o valor.

Mas o que fazer com o car seat antigo? O Red Propeller recicla car seats, mas você tem que pagar uma taxa de C$13.25 + HST. Vi que algumas Toys ‘r us também reciclam, mas tem uma data certa, não é sempre. Atmo também recicla car seats. O que eu descobri é que se você levar em um posto da Co-Operators, eles recebem para reciclagem, e você não paga nada por isso.

Coisas interessantes/dicas úteis:

  • Qualquer acidente onde o prejuízo seja maior que C$2.000,00, o mesmo deve ser reportado em até 24 horas.
  • Eu esqueci de pegar os dados do seguro, mas como eu tinha a foto da carteira de motorista do dono do carro, mais as informações do carro (modelo, cor e placa), a minha seguradora consegue fazer uma pesquisa e descobre se o outro motorista tem seguro ou não.
  • A minha apólice cobre se o outro motorista não tiver seguro, então, quando for fazer seguro do seu carro, pergunte.
  • A nossa apólice também cobria o aluguel de outro carro enquanto o nosso estivesse no conserto.
  • Se você não se sente confortável em pegar as informações do outro motorista, desconfiar que há alguma coisa ilegal (motorista bêbado), alguém ficou ferido, ligue para o 911.
  • O melhor é sempre fazer o report. Se um motorista reportar e o outro não, o que não reportou pode ser acusado de deixar o local de um acidente, que pode incluir multa, suspensão da licença e prisão.

Vale lembrar que essa foi a minha experiência/pesquisa pessoal, eu não trabalho com isso nem sou expert no assunto.

 

Alguns links úteis:

Collision Reporting Centres

O que fazer no caso de acidente de trânsito

Dicas – Ontário

You may also like...

Leave a Reply

%d bloggers like this: