O que mais mudou em Toronto desde que cheguei

Levando em conta que cheguei em Toronto em 1996, muuuuuuita coisa mudou de lá pra cá.

Toronto é uma das maiores cidades do Canadá, muito procurada por imigrantes, estudantes e turistas. E eu percebo que algumas coisas como serviços públicos não acompanharam esse crescimento. Em 1995, a população girava em torno de 4.000.000, enquanto em 2019, esse número cresceu para pouco mais de 6.000.000. O TTC, por exemplo. As linhas do metrô foram (e continuam sendo) expandidas, mas o serviço em si, não acompanhou o crescimento. Não me entenda errado, eu conheço o transporte público do Rio de Janeiro, e acredito que o serviço aqui é muito, mas muito melhor que o do Rio, mas não tem como negar que o TTC tem problemas.

TTC_1996

Streetcar – 1996

Uma outra coisa que mudou muito foram os preços dos imóveis. Tanto para aluguéis quanto para compra/venda, os preços subiram demais. Há 20 anos atrás, uma família com uma fonte de renda era capaz de comprar uma casa em Toronto. Hoje em dia, fica difícil até para uma família com 2 fontes de renda.

Aliás, isso traz um outro ponto: o número de prédios subindo pela cidade. Me entristece muito ver casas sendo demolidas para darem espaço a novos condomínios. E a cidade também não acompanha esse crescimento: as ruas não estão preparadas para o aumento no número de veículos circulando, a quantidade de estacionamentos e até o número de community centres/vagas em programas/escolas ficam a desejar.

O número de crimes na cidade também aumentou bastante nos últimos anos.

Mas não existem só os pontos negativos. Muita coisa boa também vem acontecendo. Muitas áreas da cidade vêm sendo revitalizadas. Distillery District por exemplo, era um complexo de fabricas que foram fechadas nos anos 90, e em 2003, foi reaberta como conhecemos hoje. O mesmo aconteceu com Liberty Village, que era uma área industrial e hoje é uma área super concorrida para se morar.

A Yonge-Dundas Square (a nossa Times Square) também, que ficou pronta em 2002, e sempre hospeda muitos eventos e performances, é hoje uma das principais atrações turísticas da cidade.

Um lugar que mudou bastante foi o Ontario Place. Eu ainda peguei a época de quando era um water park, com rides, pedalinho… ele foi fechado em 2012 e hoje é um parque.

Toronto também tem tido um grande crescimento na área de TI, se tornando uma “Tech Hub” nos últimos anos. Muitas empresas (tanto as “tradicionais” quanto startups) abriram e continuam abrindo escritórios na cidade, e isso combinado com bons cursos oferecidos pelas universidades e colleges, é um grande atrativo para profissionais da área.

Uma coisa que eu via sempre e não vejo mais, quando alguém queria atravessar a rua no meio do quarteirão, a pessoa simplesmente levantava o braço e atravessava. E os carros paravam. Acho que ninguém mais se atreve hoje em dia, mas achava muito interessante.

Essas são algumas coisas que eu consigo lembrar. E você? O que mudou na cidade desde quando você veio pra cá? Vou adorar saber!

A foto do post foi tirada no Ontario Place, em 1997.

#VidaEmTO

Esse texto faz parte do projeto #VidaEmTO , onde eu e outras blogueiras falamos mensalmente sobre assuntos relacionados a vida na cidade de Toronto.

Não deixe de ler os posts dos outros blogs participantes:

Gabriela| Gaby no Canadá

You may also like...

2 Responses

  1. Nossa, você chegou 2 anos antes de mim! Foram muitas mudanças né?
    Eu sinto falta do Ontario Place como era antes, achava tão legal.
    Adorei teu post!

    Beijos

    • Paula Calhelha says:

      Somos das antigas, Livi! 😀 Também sinto muita falta do Ontario Place como era, uma pena 🙁

      Beijos!!!

Leave a Reply

%d bloggers like this: