The River I Step In Is Not The River I Stand In

“The River I Step In Is Not The River I Stand In” ou em português: “O rio em que piso não é o rio em que fico”. Essa frase é parte da obra do artista de Toronto, Eldon Garnet, e adorna a Riverside Bridge, uma ponte na Queen St. East, que fica em cima do Don River. Inspirada no pensamento do filósofo grego Heráclito: “Nenhum homem pisa no mesmo rio duas vezes”, seu significado é simples: a mudança é constante e fundamental.

Além do texto, um relógio de quase dois metros de diâmetro (que parou de funcionar logo depois de instalado, em 1996) faz parte da obra de arte, que é dividida em três partes: ao longo da Queen St. E., ela começa na ponte sobre o rio Don, passa pela calçada na esquina da Broadview Ave e termina logo depois do viaduto da ferrovia na DeGrassi St.

A ponte original, construída em 1803 em madeira, era operada pela família Scadding. Em 1911, uma nova ponte foi construída, com estrutura de treliça de aço importadas da Inglaterra, e uma elevação, depois de um acidente entre um carro e um trem de carga Grand Trunk.

Em 2002, a ponte foi reconstruída, quase do zero, mas a arte de Garnet foi preservada.

Em 2015, o Riverside Gateway Bridge Project, um projeto de melhoria para iluminação da ponte com duração de 3 anos foi concluído, com custo de C$ 500,000.00.

A frase faz muito sentido, especialmente nessa parte histórica da Queen St., onde o bonde passa há mais de um século, depois de tantas mudanças na área.

 

Esse post faz parte do meu projeto “Você sabia?”, onde todo dia 20 de cada mês eu trago uma curiosidade sobre Toronto.

 

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: